Dieta em família Aprenda a manter o regime mesmo quando ninguém mais em casa precisa perder peso.

Aprenda a manter o regime mesmo quando ninguém mais em casa precisa perder peso.




Introdução 

Quem já tentou encarar uma dieta com seriedade certamente já foi surpreendido com os obstáculos que costumam surgir pelo caminho. Eles não são poucos, a começar pelo cardápio enxuto (você tem que comer quantidades menores do que antes) e a vontade incontrolável de devorar alimentos proibidos (como aquela mousse de chocolate deliciosa). Não bastasse a necessidade de impor limites à própria ansiedade, quem mora com a família e administra o cardápio da casa ainda é obrigado a enfrentar outro importante desafio... Vencer os inimigos íntimos - que vivem sob o mesmo teto e compartilham as refeições. Maridos e namorados costumam ser os principais violões. É muito comum o homem boicotar a dieta da mulher e, como se fosse a coisa mais inocente do mundo, arrastar ela para uma churrascaria no final de semana. Há duas causas possíveis para isso, a primeira, fisiologia. " Os homens têm gasto calórico maior do que as mulheres e, por esse motivo, precisam consumir mais calorias “, explica a endocrinologista paulista Adriana Moretti. A outra é emocional. `` O homem fica inseguro com a decisão da mulher, uma vez que o corpo gordinho dela é uma proteção para ele “, diz o terapeuta familiar Ildo Rosa da Fonseca, de São Paulo. Claro que esse boicote não é atitude exclusiva dos homens. Há uma parcela de mulheres que também se delicia com a possibilidade de ver o parceiro falhar ao tentar sequer dieta. “ Às vezes, ela boicota nas compras do supermercado, levando para casa vários alimentos que engordam, ou quando faz bolos e doces gostosos durante o regime do marido “, conta a nutricionista Catarina Stocco, de Curitiba (PR). Mas é uma panela bem pequena de mulheres que acabam prejudicando os homens. Isso porque a ala feminina é a que faz dieta e tem uma conscientização maior em relação à necessidade de ficar magrinha




BAIXE ESTE PRECIOSO ARTIGO EM PDF 


Comentários